Caracterização dos Infratores e Vítimas das Ocorrências de Trânsito no Interior Paulista

Autores/as

  • Marina Sbicca Pires
  • Mariana Dadalto Peres
  • Bruno Spinosa de Martinis
  • Rafael Eduardo Pereira

DOI:

https://doi.org/10.17063/bjfs1(2)y201239

Palabras clave:

Traffic accidents, Acidentes de trânsito, Traffic offenses, Infrações de trânsito, Alcoholic beverages, Bebidas alcoólicas, Blood alcohol content, Alcoolemia, Traffic victims, Vítimas do trânsito

Resumen

Os problemas decorrentes do consumo de bebidas alcoólicas entre motoristas são considerados um grande problema de saúde pública principalmente nos países em desenvolvimento. O etanol é considerado uma droga psicotrópica por atuar no sistema nervoso central (SNC), prejudicando a coordenação e a habilidade de motoristas que o ingere. O ato de beber e dirigir aumenta os riscos de envolvimento em ocorrências de trânsito, provocando muitas vezes mortes prematuras e incapacitação de indivíduos na vida produtiva, com isso gerando custos diretos e indiretos excessivos para o governo e para a sociedade. Baseado nessas informações, o trabalho em questão teve como objetivo a realização de um estudo estatístico transversal, retrospectivo, descritivo e comparativo da prevalência de álcool entre os indivíduos envolvidos em infrações e acidentes de trânsito, ocorridos nas regiões atendidas pelo NPML de Araraquara, entre os anos de 2005 e 2007, bem como a caracterização das ocorrências. Quando analisados os dados, observamos uma prevalência de indivíduos do sexo masculino, com idade entre 36 e 55 anos apresentarem alcoolemia positiva, quanto às ocorrências de trânsito se concentraram no domingo, período noturno e no mês de setembro. Portanto, o estudo comprova que o ato de beber e dirigir, somado à negligência e imprudência, resulta nas inúmeras infrações e acidentes de trânsito registrados em todo o mundo.

Publicado

2012-03-28

Cómo citar

Marina Sbicca Pires, Mariana Dadalto Peres, Bruno Spinosa de Martinis, & Rafael Eduardo Pereira. (2012). Caracterização dos Infratores e Vítimas das Ocorrências de Trânsito no Interior Paulista. Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics, 1(2), 39–51. https://doi.org/10.17063/bjfs1(2)y201239

Número

Sección

Artículo original